Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lorpa quase-erudito

Escaninho quase tão oco como um ovo que não chocou.

Escaninho quase tão oco como um ovo que não chocou.

Quase tão sólido como um calhau dos grandes - series finale

Foram 5 dias e 5 fotografias. Um emaranhado de histórias que conectam mais do que deixam transparecer.

Hoje, no derradeiro dia da saga que encarei como um desafio necessário, quero falar-vos de puzzles.

 

Os puzzles fizeram uma parte importante da minha infância e adolescência. Ainda hoje, na chamada idade adulta, continuam a cativar-me facilmente. Volta e meia dedico-me a um. Por falar nisto, já vai sendo tempo de outro.

Na minha cabeça, toda a gente a certa altura completou algum e é por aí que quero começar. Acompanhem-me:

 

É o vosso primeiro puzzle. Assim que distribuem as peças pela mesa, instintivamente e mesmo que não percebam nada do assunto, vão começar por fazer o rebordo exterior. E porquê? Porque no meio de tantas peças "iguais", é o método mais eficaz para começar. As peças do rebordo encontram-se mais facilmente porque saltam à vista e, no fundo, temos algum sítio concreto para dar início. É natural.

Onde eu quero chegar é a esta(s) pergunta(s): E se as peças do rebordo não tivessem aquele lado liso? E se fossem "iguais" às restantes?

 

Fico na dúvida entre terminar ou não o texto agora. Por uma razão muito simples: gostava que quem lesse isto tentasse realmente responder à pergunta. Sem opiniões extra ou possíveis vieses.

Contudo, não posso deixar de depositar aqui as minhas ideias. Afinal de contas foi essa a principal razão para ter criado o blogue. Lorpa como sou vou deixar a minha resposta, que é a mais óbvia possível:

 

«Se as peças fossem todas iguais, era bastante improvável que começássemos todos da mesma maneira. Cada um começaria por onde lhe parecesse melhor, fosse ou não a forma mais fácil de completar o puzzle».

 

castelo leiria dark

 

14 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

O gajo

foto do autor

Citação da semana
When you have exhausted all possibilities, remember this: you haven't - Thomas Edison
Acompanha no facebook
Armado em fotógrafo
Malta ludibriada
Mesa de cabeceira

Manda vir com o lorpa
lorpaquaseerudito@gmail.com

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D