Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lorpa

Lorpa

Ansiar - o verbo aniquilado pela ansiedade.

Ansiar

1. Desejar veementemente.

2. Causar ânsias a.

3. Fazer padecer.

 

Obrigado Priberam pelas definiçõesFoquemo-nos agora no primeiro exemplo do dicionário, o mais usado e vulgarmente atribuído à palavra ansiar. Supostamente.

Será que isso acontece na realidade?

 

ansiar vs ansiedade

 

Adianto-me desde já e respondo: não. Ansiar continuará a ser diariamente ligado à ansiedade, esse estado de espírito da era moderna, quando na verdade são dois termos bem distintos. Bem afastados.

E isso incomoda-me. Incomoda-me que falem tanto em "desejar isto ou aquilo", "querer isto ou aquilo", quando existe um verbo que expressa exactamente aquilo que mais desejamos: aquilo que ansiamos.

 

O problema está mesmo nas associações que se fazem e, para que fique bem claro:

1. Uma pessoa que anseia não é uma pessoa ansiosa;

2. Uma pessoa que anseia não sofre de ansiedade.

 

Melhor: uma pessoa que anseia não é obrigatoriamente ansiosa, porque até poderá sê-lo. São apenas duas situações distintas.

 

Desejar veementemente! Existirá maior força que um desejo veemente? Um anseio?

Um anseio vem carregado de vida, no sentido entusiasta e fervoroso das palavras. Um anseio é um desejo forte e energético. Um anseio é o nosso desejo, na vertente mais crua possível.

 

Esta reflexão parva serve apenas para fazer jus à palavra ansiar. Talvez alguém passe a encarar a palavra com novos olhos e, da próxima vez que estiver a pensar no futuro, em opções ou caminhos, pense no que verdadeiramente anseia.

O que é que vos deixa com aquele bichinho do desejo? O que é que vos carrega o cansaço e vos faz dar mais um passo?

 

Da próxima vez que estiverem a pensar no que querem, lembrem-se que desejar é ter vontade que algo aconteça, é um querer, um apetecer. Por outro lado, ansiar é a selva instalada no desejo, na versão mais primitiva possível: arcaicamente poderosa.

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

24 comentários

Comentar post