Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lorpa

Lorpa

As palavras que ontem me faltaram

Hoje consigo! Hoje já recuperei a voz e o coração já não bate descompassado. A mão direita, que esmurrou a madeira do sofá quando o Éder marcou, está menos moída. Portanto escrevo. Escrevo para imprimir as memórias que eram ontem emoções descontroladas.

 

Algures, num universo paralelo, poderia escrever-se um livro de ficção com esta história:

Um thriller onde a dúvida, o mistério e a ansiedade dominariam os leitores. Onde o nervosismo teceria fios agridoces alternados de choro e sorrisos. Onde o personagem principal morreria perto do fim e toda uma audiência o choraria, gostando ou não. Porque sabiam da importância dele para a história. O leitor descobriria então um final delicioso, um final daqueles que nunca mais se esquece, onde tudo faria sentido. Um final onde, por ironia ou não, surge um figurante carregado de sonhos, de crenças, de convicções. E o figurante pega nelas, segura-as, protege-as e remata-as aos olhos de todos nós.

Então, o leitor tem aquele arrepio inexplicável, aquele orgasmo do intelecto. E as emoções tomam conta de tudo daí em diante.

Esta era a história que daria um livro notável, no tal universo paralelo. No nosso universo, esta é a história escrita baseada em factos verídicos, sem necessidade de adições ficcionais. Basta descrever os acontecimentos.

 

Hoje, deixo-vos estas palavras. As palavras que me faltaram ontem e que deverão guiar a minha memória, sempre que quiser recordar o momento. A todos os que construiram esta memória, a todos os que apoiaram, a todos os que acreditaram... obrigado por terem marcado as nossas vidas! Fizeram-me sentir que esta é a melhor altura para se estar vivo, que não há outro lugar no mundo onde quisesse estar. Que não poderia ter nascido noutro sítio se não aqui, em Portugal.

 

 

Sometimes things become possible if we want them bad enough - T.S. Eliot

portugal wins

 (Imagem retirada daqui)

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

6 comentários

  • Imagem de perfil

    Torcato 12.07.2016 17:29

    Somos tanto os maiores, tanto!! :D
    Já há voz por aí? Ahahah
  • Imagem de perfil

    RP 12.07.2016 19:00

    Eu só vi até o Ronaldo sair porque tinha ecrã no aeroporto. Quando cheguei ao Porto já estava no prolongamento pouco antes do Éder marcar. Poupei a voz mas a paciência já vinha saturada com uns franceses a cantar de galo no avião :P E eu nem ligo muito a futebol lol
  • Imagem de perfil

    Torcato 12.07.2016 21:06

    Muito viajada a menina anda!!
    É a única desculpa aceitável para ainda teres voz, caso contrário ias já ouvir das boas, bem bem! Image
    Já para não falar que é só passear passear, e o meu tacho tá quieto!!
  • Imagem de perfil

    RP 13.07.2016 09:08

    Eu juro, mas JURO mesmo que quando abrir uma vaga eu contacto-te. E não quero saber que mores a léguas de distância! Image
  • Imagem de perfil

    Torcato 13.07.2016 14:41

    Combinados! :)
    Assim é que é falar!
    A distância faz-se, o que importa é o tacho Image
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.