Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lorpa

Lorpa

Ser adulto: a saga

Existem três tipos de pessoas:

1. As que são crianças e querem ser adultos;

2. As que são adultos e querem ser crianças;

3. As que têm noção que não adianta desejar uma alteração de idade.

 

E depois existem as pessoas como eu que, não decidindo a que grupo pertencem, sentem fazer parte dos três e, ao mesmo tempo, de nenhum. Atentem na inutilidade da expressão anterior, perfeitamente capaz de integrar uma tripa de chouriços prestes a ser enchida.

Adiante.

Ocorreu-me que seria giro escrever sobre aquilo que, na minha visão, é ser adulto. Sendo um tema com tanto caminho possível, decidi dividi-lo em três partes, cada uma das quais com um núcleo temático principal.

 

Este texto serve apenas de introdução à saga, não fazendo parte dos três que se lhe seguirão. O primeiro sairá ainda esta semana.

Queria desde já pedir-vos para deixarem por aqui alguns dos vossos bitaites adultos, bitaites esses que eu irei incluir na construção dos textos seguintes. O grande objectivo passa por um final (obviamente) épico da saga, com um texto rico misturado por várias cabeças distintas. Sonhar é bom.

 

adulthood

 

P.S.: Quando falo em bitaites, falo de bitaites puros: opiniões rasgadas sem qualquer tipo de fundamento. De coisas sérias já o mundo está cheio. Escrevam a primeira coisa que vos vier à cabeça ao ler a expressão "ser adulto".

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

32 comentários

Comentar post